BLOG

10/06/2015

Ultrassom reduz o número de testes necessários para pacientes internados e ambulatoriais

Foram apresentados, em 2015, no Congresso Internacional do Fígado, na Áustria, os resultados de um estudo realizado pela Associação Europeia para o Estudo do Fígado (EASL) onde se avaliou a eficácia da utilização de um dispositivo de ultrassom, juntamente com os exames físico rotineiros, na obtenção de diagnósticos mais rápidos e precisos em ambientes hospitalares.

As condições testadas no âmbito do estudo foram dilatação dos ductos biliares, cálculos biliares, esplenomegalia, ascite, derrame pleural, derrame pericárdico, pedras urinárias, retenção urinária, massa abdominal e aneurisma da aorta....


Continuar lendo

03/06/2015

Saúde musculoesquelética: diferenças entre homens e mulheres

Mulheres em geral têm maior incidência de fraturas de quadril relacionadas com a osteoporose em relação ao sexo masculino. Entretanto, elas têm uma menor taxa de mortalidade do que os homens com a mesma fratura. Estes e outros levantamentos foram mostrados em um estudo realizado em junho 2015 e publicado pelo “Journal of the American Academy of Orthopaedic Surgeons (JAAOS)”. Além disso, os médicos nem sempre tratam a osteoporose em homens como fazem em mulheres.

O levantamento, "Male and Female Differences Matter in Musculoskeletal Disease", detalha as diferenças entre, e como, os distúrbios osteomusculares comuns manifestam-se em homens e mulheres. O documento também enfatiza o quanto é importante...


Continuar lendo

27/05/2015

A ressonância magnética no diagnóstico precoce de doenças reumáticas

A forma mais comum da doença é a osteoartrite, mas outras formas reumáticas comuns de artrite incluem gota, fibromialgia e artrite reumatoide. Esta última acomete entre 0,5% e 1% da população mundial adulta e é cerca de três vezes mais comum em mulheres – com picos de incidência por volta dos 50 anos. No Brasil, há estimativas de que a doença acomete 0,46% da população.

De origem desconhecida, a artrite reumatoide provavelmente é de causa multifatorial, decorrendo de uma combinação de predisposição genética disparada por um fator ambiental, acarretando em uma resposta autoimune contra os tecidos sinoviais, que recobrem tendões,...


Continuar lendo



RECEBA NOVIDADES

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os cursos da Meddco