BLOG

25.03.2015

US mostra fetos fazendo “caretas” em gestantes fumantes

Uma pesquisa realizada por duas universidades britânicas, Durham e Lancaster, monitoraram através da ultrassonografia 4D as reações de 20 bebês de mães que fumaram durante a gravidez. Segundo o estudo, os efeitos do tabagismo na gestação geraram movimentos faciais semelhantes dos fetos. 

Nesta pesquisa foram observadas 80 ecografias em 4D e os cientistas descobriram que os fetos de mães fumantes apresentaram um nível significante de movimentos na boca se em comparação com níveis normais. De acordo com os pesquisadores, a razão para estas reações podem estar no sistema nervoso central, que controla os movimentos do corpo e, particularmente, facial. Outras mudanças de humor da mãe, como depressão e estresse, também geram movimentos fetais. Entretanto, os movimentos das mãos e da boca dos bebês ficaram muito mais salientes e frequentes quando a gestante era fumante.

A média de consumo de cigarros das quatro mães fumantes observadas no estudo era de 14 por dia. Todos os fetos foram clinicamente avaliados e nasceram saudáveis, mas os resultados da pesquisa ressaltam que o fumo é prejudicial ao bebê durante o seu desenvolvimento no útero.

Meddco, atualizando sempre!



RECEBA NOVIDADES

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os cursos da Meddco