BLOG

10.06.2015

Ultrassom reduz o número de testes necessários para pacientes internados e ambulatoriais

Foram apresentados, em 2015, no Congresso Internacional do Fígado, na Áustria, os resultados de um estudo realizado pela Associação Europeia para o Estudo do Fígado (EASL) onde se avaliou a eficácia da utilização de um dispositivo de ultrassom, juntamente com os exames físico rotineiros, na obtenção de diagnósticos mais rápidos e precisos em ambientes hospitalares.

As condições testadas no âmbito do estudo foram dilatação dos ductos biliares, cálculos biliares, esplenomegalia, ascite, derrame pleural, derrame pericárdico, pedras urinárias, retenção urinária, massa abdominal e aneurisma da aorta. A pesquisa incluiu 1.962 pacientes, incluindo 726 (37%) pacientes internados, 510 (26%) pacientes ambulatoriais e 726 (37%) pacientes recrutados através de referências dos médicos.

Os resultados mostraram que o equipamento ultrassonográfico forneceu uma forma simples e ágil para melhorar a precisão do diagnóstico do médico, e reduzir o número de testes necessários para os pacientes. O exame feito através do ultrassom confirmou 66% das questões clínicas, em 90% dos casos. A taxa de concordância entre os achados através do dispositivo de US e testes adicionais foi de 89%.

Texto readaptado e traduzido.
Fonte: EASL (European Association for the Study of the Liver)



RECEBA NOVIDADES

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os cursos da Meddco