BLOG

06.05.2015

Ultrassom 3D pode fornecer visão volumétrica

Um cateter de imagem 3D proporciona aos cardiologistas uma exibição, em tempo real, de dentro do coração durante um procedimento de cateterismos cardíacos. Desenvolvido pela RTI Internacional (Research Triangle Institute), o cateter contém uma micromatriz de ultrassons feitos com circuitos semicondutores que fornecem campo de visão volumétrica sem precedentes.

De acordo com os pesquisadores, a visualização em 3D ao vivo poderia ajudar a melhorar a precisão e reduzir o risco de complicações durante intervenções cardíacas. Esta visualização aprimorada também poderia encurtar procedimentos intervencionistas que atualmente podem levar várias horas para ser concluído devido à sua natureza complexa e capacidade limitada de ver dentro do coração.

"Ao contrário de outros dispositivos de ultrassom à base de silício, esta tecnologia combina os benefícios de dispositivos piezoelétricos (geradores de tensão elétrica por resposta a uma pressão mecânica) convencionais com a miniaturização e eficiência de micros semicondutores", diz o principal autor David Dausch, PhD, diretor técnico da RTI. Esta técnica permite a produção de matrizes de ultrassom com até 512 elementos piezoelétricos, oito vezes mais do que os cateteres de ultrassom 2D convencionais. As imagens em tempo real de ultrassom 3D deste tipo de dispositivo foram relatados em um artigo publicado na IEEE Transactions on Ultrasonics, Ferroelectrics e controle de freqüência. Volumes 3D completos com campo de visão de 60 ° por
60 ° foram obtidos em um modelo suíno vivo com taxas de quadro de até 30 volumes por segundo.

Os próximos passos da equipe do projeto são de integrar os cateteres 3D em um sistema de ultrassom clínico e demonstrar a eficácia do procedimento já obtida em estudos com animais. A equipe espera que, num futuro próximo, esta tecnologia de imagem volumétrica em tempo real pode ser usado por cardiologistas intervencionistas para orientar o reparo e substituição de válvulas cardíacas, correção de arritmias perigosas e outros métodos cardíacos menos invasivos.

Texto readaptado e traduzido.
Fonte: RTI International



RECEBA NOVIDADES

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os cursos da Meddco