BLOG

02.12.2015

O Ultrassom Transvaginal

Saúde íntima em dia é sinônimo de organismo mais saudável. E o ultrassom transvaginal é um dos exames mais importantes para identificar problemas precocemente. Apesar de algumas mulheres encararem o procedimento com desconforto, ele é fundamental. Com o teste, o médico pode ter uma imagem de todo o aparelho reprodutor da mulher, o que ajuda no diagnóstico de diversas doenças. 

A importância do ultrassom transvaginal

A Dra. Luciana Potiguara, e integrante da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia Obstetrícia (Febrasgo), explica que o ultrassom transvaginal é importante para reconhecer os padrões de normalidade e diagnosticar as principais doenças ginecológicas e intercorrências obstétricas no primeiro trimestre de gravidez.  "O exame funciona baseado no fenômeno de interação de uma onda mecânica com os tecidos corporais - portanto, sem utilizar radiação ionizante", descreve a médica. É um método minimamente invasivo e não possui efeitos nocivos relevantes para a paciente.

Esse procedimento ajuda a prevenir a progressão de doenças como pólipos endometriais e adenomiose. Ele também rastreia o câncer ovariano e a endometriose profunda. "Toda mulher deve fazer anualmente a ultrassonografia transvaginal, desde que não haja contraindicação ao método", alerta a especialista. Ela lembra que isso é importante para "diagnosticar precocemente as doenças ginecológicas, evitando a sua progressão, realizando seu tratamento adequado e precoce e mantendo, dessa forma, a qualidade de vida".

Segundo Dra. Luciana, a ultrassonografia é contraindicada para pacientes virgens. Por isso, a faixa etária para indicar as avaliações transvaginais depende do início da atividade sexual.

Não adie sua consulta ginecológica

Os dias parecem passar cada vez mais rápido e as responsabilidades se acumulam. No entanto, mesmo diante de uma rotina agitada, a mulher deve se lembrar da importância de manter os exames ginecológicos em dia. Algumas doenças são bastante silenciosas e acabam não enviando sinais à paciente de que algo não vai bem. Especialmente nesses casos, os exames podem identificar a condição e possibilitar que o tratamento seja iniciado o quanto antes. Não subestime sintomas aparentemente sem importância!

O check-up ginecológico contribui para o diagnóstico precoce de doenças sérias, como o câncer de mama ou de colo de útero, mas também de situações corriqueiras que podem interferir na qualidade de vida da mulher, tais como corrimentos , dores nas mamas e alterações na menstruação.

Texto reproduzido.
Fonte: terra.com.br



RECEBA NOVIDADES

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os cursos da Meddco